sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A VERDADE NÃO PRESCEVE!!! ( 509 )

*****

Processo Nº 230/2007

aos 07 de Novembro de 2008 (sexta-feira)

Sr Chefe do Executivo ------ A VERDADE NÃO PRESCREVE!!!!!!

Presentes : - crimes, corrupção, gatunagem - com o seu apoio, reles!!!
Tudo tem um princípio, meio e fim. Tenho aqui manifestado a minha exigência, na reposição da legalidade pelo roubo e usurpação, na qual somos vítimas, na imposição de medidas injustas, violentas, que resultou na “grande-filha-da-putice” pela mão de um bando de criminosos, com motivos políticos esquerdizantes que se intitularam salvadores da pátria, mas no fundo tornaram-se accionistas com práticas lesivas ao espoliar o Estado Português, mas também as vítimas. Contra a minha Família, foi e continua a ser feita uma feroz perseguição política. Não foi em vão que um golpe de estado foi feito!!! Os grandes beneficiários, são precisamente aqueles com o desejo a pulsar no peito, a salivar abundantemente, que traiçoeiramente ansiavam subverter a ordem moral, física, para se poderem banquetear no espólio. Hoje é vê-los empertigados a defender com unhas e dentes esta pseudo-democracia, por ser o filão dos recursos inesgotáveis, que sempre foi a implícita finalidade corrupta. Inverificavelmente, a ignomínia continua na grande cosmética, que apenas engana os desmiolados - os atrasados mentais. Nesta pseudo-democracia só existe demagogia. As vítimas insultadas na sua Dignidade, foram roubadas até ao tutano, enquanto os criminosos enriqueceram de forma desmesurada, com privilégios que nunca mais acabam e mantendo as vítimas na miséria - engordando cada vez mais à custa das mesmas. Afinal neste actual país, o crime compensa e disso não tenho qualquer dúvida, que é, ou dizem de ser um “estado de direito democrático“. Autentica farsa nojenta, fantochada terceiro-mundista!!!

Oh Senhor chefe do executivo, fiel depositário do “sistema-democrático”, seguidor da corrupção, trafulhice, gatunagem, cansa-me que se comporte desonestamente, com a minha Família, onde impera a má educação, falta de princípios democráticos, com a liberdade e os direitos associados. A Verdade continua a ser manipulada com intenção perversa, no sentido restrito de inocentar criminosos e as monstruosidades que eles cometeram. Não lhe fica bem, mobilizar o seu magro intelecto neste sentido, que o torna execrável, por muita estupidez ou má-fé. Nunca poderei conformar-me com a injustiça que nos proporciona, dia-após-dia porque não temos lobi, partido ou encosto político, que nos valha. A Vida que nos quer continuar a proporcionar, há-de pedir-lhe contas sem reservas, pela nossa Honra e Dignidade, naquilo que foi e é a “grande-filha-da-putice“!!!

FAMÍLIA, HONRA, DIGNIDADE.
(em memória do meu Pai, da minha Mãe e da minha Tia)

__________
J. Gonçalves

Nota: enviado por e-mail ao Sr chefe do executivo, como diàriamente o tenho feito, desde 2006/12/28, com a minha identificação, ( também dos outros Familiares ) morada e telefone.